quinta-feira, 11 de março de 2010

TESTAMENTO

Deixo para você meu grande amor todas as estrelas que antes enfeitavam o céu e agora vão brilhar só para ti. 
Também te deixo todas as flores do meu jardim  pois agora serão o seu perfume.
 A você vida minha, deixo também o canto dos pássaros que antes cantavam e encantavam a tantos e agora farão serenata para ti. 
Deixo para você o vento que antes soprava a esmo e agora vão acariciar seu rosto. 
Deixo para você meu grande amor o meu coração e espero que juntos possamos desfrutar de tudo que te deixei.


31/03/03                               10:36h

TELEFONE

Alô, quem fala? 
-É com você mesmo que quero falar.
 Apenas me escuta, quem sou não importa. 
Quero que saiba é que se estou ligando é porque não estou sóbria pois se estivesse com certeza nunca teria coragem o suficiente para te ligar. 
Há você já sabe quem esta falando, é você acertou! 
Sou o seu passado que um dia você abandonou. 
Você me pergunta porque bebi? Então não sabe? 
-Foi para te esquecer, mas parece que não adiantou. 
Escuta apenas me ouça pois o tempo é curto e as fichas estão caindo e eu não vou ligar a cobrar. Apenas me ouça, estou me sentindo só, parece que todos se esqueceram de mim. 
É nesta hora que me sinto vulnerável é nesta hora que não sou dona dos meus pensamentos. Eles vão e vem e eu não tenho controle sobre eles. 
Você parece um pesadelo que teima em me atormentar, mas eu não vou dormir. 
O mundo parece girar ao meu redor. 
As coisas estão embaraçadas, minha cabeça parece um balão. 
Vejo seu rosto em todos que olho e ao ouvir sua voz, parece que você está aqui ao meu lado. Você me pergunta se ainda o amo, pois só embriagada eu consigo te confessar!
 Alô! alô ! alô ! 
 A ficha acabou. 10/07/02 20:55h

sexta-feira, 5 de março de 2010

PESADELO



Você foi o meu pesadelo,que agora teima em voltar, mas com toda a certeza eu vou por você no seu lugar. Seu lugar não é aqui não pertence ao meu presente,por isso não me perturbe e esteja sempre ausente.Você teve sua chance porém a desperdiçou,não deu valor ao meu amor e hoje sofre com essa dor. 

26/02/2001     13;15 hrs



NOITE DE UM ANDARILHO

Num cantinho qualquer me abrigo para que a noite passe mais depressa. Agachado todo espremido, abraço minhas pernas para que o frio não tome conta de todo o meu corpo e assim vá embora. Meus olhos começam a fechar e rapidamente me levanto ás pressas dando um pulo para trás ao perceber que ao meu lado se encontra um sujeito estranho e mal encarado  fumando um cigarro de palha fedorento.
O estranho resmunga algo que mal posso entender mais achei melhor não perguntar e com passos largos me afasto aos poucos e já obtendo uma boa distância , saio partindo em disparada sem rumo certo. 
Andando nas ruas que mais parece um cemitério ando de um lado para o outro ansioso com o clarear do dia. Cemitério, esta palavra me trás péssimas recordações e chacoalho a cabeça para espantar as lembranças ruins. Como presente da natureza percebo que o dia começa a clarear, mais é uma pena que eu não possa ver o sol nascer, pois estou rodeado de enormes prédios que mais parecem monstros gigantes.


                                                                                                14/12/98 13:35h

O GOVERNO

O velhinho era um exemplo de vida. 
Em sua certidão de nascimento amarelada pelos anos, dizia que se chamava Paulo Silva e tinha apenas setenta anos. 
Seu semblante era triste e dava pena de ver o velhinho ali tão sozinho.
Suas rugas tomava conta de toda sua pele queimada do sol , seus poucos cabelos brancos eram repartidos no meio e o excesso de óleo era tirado no pente. 
Seu sorriso era o resultado da vida que levava, pois apenas uns quatro dentes preenchiam aquela gengiva rosada.
 Sua costas demonstrava que a inchada foi sua companheira por sua vida inteira, porque nela se notava uma enorme saliência de carne que dava a impressão de uma corcunda e por isso o velhinho só andava inclinado.
 O velhinho com um metro e cinquenta centímetro de altura, pesando uns quarenta e cinco quilos é um exemplo e o resultado de um governo que o esqueceu como a tantos. 
O velhinho Paulo não tivera chance de se tornar um alguém. Para o velhinho mais um tempo passará e ele será banido da terra e sua existência será esquecida. Como se nunca tivesse existido. Assim como a tantos.

                                                                             
                                                              12/10/98 21:45h

APENAS MARIA

     Aquela mulher era especial, tinha os cabelos agora brancos.        Em seu rosto as rugas tomavam conta de quase todo o espaço. mas com todo respeito isso apenas significava experiência vivida. Mãos flácidas e delicadas agora eram tremulas, sentada ali naquela cadeira seu corpo balançava de um lado para o outro que mais parecia um cadáver. 
  Seus lábios mal se abria ao cantarolar uma antiga canção que nem eu mesma conhecia. 
Parecia que ela se fechava em um mundo distante que só ela tinha acesso. Largada ali naquele asilo a tanto tempo que nem os funcionários se lembram quando chegou. 
Em sua ficha consta que foi mãe de doze filhos e que foi uma dama da elite daquela cidade.
 Seu semblante demonstrava que tinha apenas uns oitenta anos, mas em sua ficha constava que tinha noventa e cinco anos. 
Com certeza seus familiares pensam que ela já não existe mais. Mãe Maria é assim que é chamada é simplesmente mais uma Maria esquecida pela crueldade, pelo egoísmo, pela injustiça e falta de amor ao próximo.
 Este é o destino de muitas Mariazinhas que num futuro bem próximo serão apenas mais uma Maria.


                                                                                   28/04/98 20:45h

NATAL NAS RUAS


Como menino de rua vejo as coisas acontecerem, vejo os meninos cheirarem
cola pois deveriam ir pra escola. Meu comparsa dá de esperto já se diz profissional, mas ao furtar
uma carteira desta vez se deu mal. Lá se foi o meu comparsa em um lugar que se
diz febém, quem
sabe vira um alguém ou se acaba como ninguém. Não tenho muitas opções aqui
nas ruas carneiro vira lobo. E como todo lobo mau, acabo me dando mal. Meus irmãos ainda
pequeno seguirão o mesmo instinto, quando forem para as ruas, terão o mesmo
destino. O dia passa depressa meu estômago quer comer e para sobreviver, fecho
os meus olhos para não ver. E de olhos bem fechados acabo a adormecer


e ao despertar com canto do pardal, percebo que já é natal. Natal ou não,
para mim não faz diferença, ninguém parece se importar comigo até parece
que sou inimigo. Cristo nasceu em Belém quem sabe Ele lá do além, olhe por mim
aqui também e os anjos digam
Amém.


03/04/98

Meditando no natal


Símbolo perfeito de paz e harmonia, nos recordando que Cristo é alegria.
Cristo nasceu em Belém já dizia a bíblia sagrada, pois hoje celebramos esta
data almejada. O natal para tantos traz alegria e fartura, quisera Deus que assim
fosse e não houvesse amargura


. 08/12/97 14:00h

NATAL 1


Olhou lá do céu aqui na terra e só encontrou pecado e maldade, com muita
tristeza ficou Deus Nosso Pai na verdade.
 
Corações tristes e solitários sem
esperança no amanhã, um olhar de misericórdia possou sobre a nação. Com sua bondade e misericórdia resolveu
salvar os teus filhos, de uma virgem donzela que se chamava Maria em seu ventre
trazia o filho de Deus que nasceria. Herodes rei muito astuto sentiu seu reino
ameaçado, e de olhos bem atentos ficou a espera do acontecimento. Os magos por
sua sorte seguiram a
estrela em direção ao
norte, na esperança de ver nascer o Rei dos Judeus o forte. Nasceu numa manjedoura sendo Maria tão protetora, suspirou
ao dar a luz ao nosso menino Jesus. Entre a humildade e simplicidade, nasceu aquele
que na verdade viera salvar a humanidade. No natal comemoramos, o nascimento de
Jesus e unidos estaremos pois em breve o veremos.


.                                                        01/12/97       11:14h

FUGA


Fugi para o deserto e lá só encontrei areia. Fugi para o mar e lá só
encontrei
os peixes. Fugi para o céu e lá só encontrei as estrelas. Fugi
para a mata e lá
só encontrei as árvores. Fugi para o Polo Norte e lá só
encontrei gelo. Então tentei fugir para os teus braços mas não o
encontrei.
E

assim mais uma vez me vi sozinha
.
                                                                                                       13/11/97

SER


Gostaria de ser o vento... pois só assim poderia sussurrar em teus
ouvidos.
Gostaria de ser o chão que tu pisas, pois só assim tocaria em teus pés . Gostaria de ser a água que te banha, pois só assim tocaria em teu corpo.Gostaria de ser a tua sombra, pois só assim seguiria os teus passos.Gostaria mesmo é de ser o teu amor, pois só assim moraria em teu coração. Eu posso?
                                      08/11/97 20:53h

NATAL DE PRESIDIÁRIO


  • Rodeado de tanta tristeza desgraça e
    amargura, isto aqui mais parece, um tormento uma tortura.Pecados todos temos e
    aqui como detento, já
    um bocado de tempo, peço perdão neste momento. Já estou aqui a tanto tempo que
    não me lembro doque


    fiz, já não consigo refletir mas me sinto mais feliz. Neste
    mundo nada sou e ninguém sabe que existo, sou filho de chocadeira e infeliz a
    vida inteira. Aqui rodeado de miseráveis hipócritas e ateus, até chego a pensar
    onde está o nosso Deus. O natal chegou aqui mas não vejo diferença, apenas
    percebo nos rostos muita frieza e indiferença. Quando lá fora eu estiver saberei
    amar o meu próximo e assim como recompensa, terei um natal que
    compensa.

    09/12/97

terça-feira, 2 de março de 2010

OLHOS FECHADOS

Fecho os meus olhos para nada ver.   Na mesa retangular de minha cozinha nada vejo, mas a minha imaginação vai mais além e preenche aquele vazio com diversos tipos de pratos dando a impressão de um banquete.   Fecho os meus olhos para nada ver. Em meu quarto abro o pequeno móvel meio torto e sem portas que o chamo de guarda-roupa e nada vejo, apenas algumas roupas velhas, furadas, e gastas de tanto lavar se encontram empilhadas.   Fecho os meus olhos para nada ver.   Olho na dispensa e percebo que esta quase vazia é como dispensa esta dispensada. Fecho os meus olhos para nada ver.   Pois o barulhinho de moedas que se houve do meu cofrinho quando eu chaqualho é revelante é só abrir e conferir. Três fichas locais, duas ddd e uma moeda de um real toma conta de todo o espaço.   Fecho os meus olhos para nada ver.   É estranho que meu aparelho de som transmite, as vezes parece uma interferência ou coisa parecida.   Penso que se fosse comprar outro o problema seria o mesmo por isso não vou trocar.   Fecho os meus olhos para nada ver.   Minhas roupas chama a atenção pois de longe se quando estou chegando, as vezes penso em renovar o meu guarda-roupa mas sempre deixo para amanhã e esse dia nunca chega.   Fecho os meus olhos para nada ver.   Resolvo trabalhar no domingo porque é gostoso e me distrai, tola eu se fosse perder meu tempo bebendo e dançando com meus amigos.   Fecho os meus olhos para nada ver. Pois percebo ao meu redor risos, alegrias,  falatório e assim por diante tudo muito artificial.  

E simplesmente fecho os meus olhos para nada ver e de olhos bem fechados penso em uma vida bem diferente.

03/06/07 13:51h

segunda-feira, 1 de março de 2010

PEDIDO

Desanimada e cansada de tanto procurar em vão pedi a um peixe, que nadasse nadasse em todas as águas e tentasse encontrar o meu amor por mim. 
Pedi a um pássaro que voasse, voasse em todos os céus e procurasse o meu amor por mim. 
Na selva pedi a um animal que andasse, andasse em todas as matas e procurasse-o por mim.
 Pedi a um anjo que procurasse no céu o meu amor. 
Ao ver passar uma cigana pedi a ele que em suas andanças procura-se o meu amor por mim e se mostrando prestativa abriu um largo sorriso e me disse:
Me de sua mão e eu com muito receio acabei por estende-la.
Não percas seu tempo por alguém que não merece o seu amor ele partiu e se encontra nos braços de outra ! 
Desiludida, amargura e cansada de tanto procurar em vão, então... Pedi ao diabo que se o encontrasse ... o levasse consigo.


              16/04/97 17:55 h

PROCURA-SE

 
  Te procurei no deserto, mas só encontrei areia.
    Te procurei no mar, mas só encontrei os peixes. 
    T e procurei entre as flores, mas só encontrei espinhos.
    Te procurei entre a multidão, mas só encontrei estranhos. 
   Te procurei em minha vida, mas me vi sozinha.      Te procurei em meu coração... e você estava lá. 06/01/97 18:18 h

AUSÊNCIA

Quando me sentia só... a solidão estava ao meu lado. 
  Quando a tristeza tomou conta do meu coração... apenas as lágrimas me consolaram.        
Quando por muitas vezes o desejei... afoguei os meus desejos e me contive. 
Quando na calada da noite por muitas vezes eu me perdi com meus pensamentos voltados pra você... apenas sua fisionomia ficou registrada em minha mente. 
Quando as pessoas me perguntam se ainda o amo... apenas respondo. Eu sofro.



                                   29/12/96 21:08h

SABER

    SE SOUBESSE O QUANTO TENHO SOFRIDO COM SUA AUSÊNCIA... COM CERTEZA NÃO SE IMPORTARIA. 
SE SOUBESSE O QUANTO TE AMO... COM CERTEZA IGNORARIA.
   SE SOUBESSE QUE ESTAIS PRESENTE ATÉ EM MEUS SONHOS... COM CERTEZA JULGARIA SER PESADELO.
       SE SOUBESSE QUANTAS LÁGRIMAS ROLARAM DE MEU ROSTO... COM CERTEZA DIRIA ESTAR CHOVENDO.
    SE SOUBESSE QUANTAS NOITES PASSEI EM CLARO... COM CERTEZA DIRIA É INSÔNIA.
    SE SOUBESSE POR TERCEIROS QUE HOJE DEPOIS DE TANTO SOFRER PERTENÇO A OUTRO... COM CERTEZA DIRÁ ELA NUNCA ME AMOU.
   MAS SUAS PALAVRAS SEMPRE FORAM INCERTAS E CHEIAS DE MISTÉRIO. 
VOCÊ PARA TENTAR SE COMUNICAR COMIGO FAZIA DE SUAS PALAVRAS UM LABIRINTO QUE POR MUITAS VEZES EU ME PERDI. E HOJE EU ME ENCONTREI NOS BRAÇOS DE QUEM ME ENCONTROU.


                          hrs
05/07/96 ás 11:21