terça-feira, 6 de julho de 2010

É TARDE

É TARDE, O DESTINO VAI NOS SEPARAR. TUDO QUE VIVEMOS JUNTOS AGORA É PASSADO, APENAS SÃO LEMBRANÇAS.
É TARDE, VOCÊ VAI PARTIR E VAI ME DEIXAR E TENHO QUE ME CONFORMAR.
É PENA MAS NÃO POSSO TE ACOMPANHAR NESTA VIAGEM.
VOCÊ VAI PARA O CÉU E VAI FICAR ENTRE AS NUVENS, PERTINHO DE DEUS.
E DE LÁ PODERÁ CONTEMPLAR AS ESTRELAS, TALVEZ ATÉ TOCAR NAS NUVENS E VER SE SÃO FEITAS DE ALGODÃO.
É TARDE PARA NÓS, DE LONGE TE VEJO ACENAR PARA TANTOS MAS MENOS PARA MIM.
MAS VOCÊ NEM SABE QUE EU ESTOU LÁ PARA VÊ-LO PARTIR.
MAS A CORAGEM ME FALTA PARA ME APROXIMAR E COM ISTO EU SOFRO CALADA.
POIS A VONTADE QUE TENHO É DE TE BEIJAR, TE ABRAÇAR E TE DIZER TE AMO.
MAS TUDO ISTO DE NADA ADIANTARIA PARA IMPEDI-LO DE PARTIR, POIS NÃO MAS ESTA EM MINHAS MÃOS IMPEDI-LO.
NUM CANTINHO QUALQUER TODA EXPRIMIDA, NINGUÉM PARECE SE IMPORTAR COMIGO POIS AS PESSOAS VEM E VÃO TODAS APRESSADAS.
AO VÊ-LO SE AFASTANDO, SUA IMAGEM COMEÇA A FICAR EMBARAÇADA.
NÃO CONSIGO ME CONFORMAR, PRECISAVA SER FORTE MAS ME FALTOU CORAGEM PARA ME APROXIMAR E TE DIZER ADEUS.
VOCÊ PARTIU, PARTIU PARA BEM LONGE DE MIM.
É TARDE NEM QUE EU CORRESSE FARIA O TEMPO VOLTAR ATRÁS. OLHO PARA O CÉU AZULADO E NÃO O VEJO MAIS, MAS SEI QUE VOCÊ ESTA LÁ.
E PENSO!
MALDITO SEJA AQUELE QUE INVENTOU O AVIÃO!

8:21h 04/04/03

Nenhum comentário:

Postar um comentário